Tarte de Ruibarbo e Amêndoa // Rhubarb and Almond Tart



Dos sabores da Primavera. Podia fazer uma festa todos os dias. Feita de cores, sabores e texturas. Com espargos, rúcula, grelos e batata nova. Com cebolinhas, favas, ervilhas e alcachofras. Com os morangos, os mirtilos, as nêsperas e as cerejas. E o ruibarbo menos usual por cá.

Há uns anos plantei uma raíz de ruibarbo na horta, oferecida por uma amiga inglesa. Nos primeiros anos cresceu em força, mas agora está fraquinho. E eu andava cheia de saudades de comer ruibarbo em sobremesas. Deste sabor acre e forte, que combina tão bem com a melodia intensa dos frutos vermelhos e o com o doce abraço de uma tarte com creme de amêndoa.

Esta variedade mais rosada é tão linda, perfeita e deliciosa. O melhor ruibarbo que alguma vez provei. Veio de uma loja querida, a Horta do Bairro, onde sou sempre tão bem atendida. E quase me sinto como numa horta de verdade.
A escolha da receita veio da capa de um dos livros mais bonitos nas minhas estantes, o "Summer Berries and Autumn Fruits" e é esta tarte de ruibarbo e amêndoa. Perfeita servida morna ou fria, acompanhada com natas batidas ou uma bolinha de gelado de baunilha. Tudo é permitido, quando a gulodice ordena. E eu repeti a dose. Tão mas tão bom.














(scroll down for english version)

TARTE DE RUIBARBO E AMÊNDOA
(receita do livro "Summer Berries and Autumn Fruits" de Annie Rigg)

300 gr ruibarbo
200 gr açúcar
1 colher (chá) de água de rosas
1 colher (chá) de pasta de baunilha
250 gr de massa folhada (de compra ou esta receita)
1 gema de ovo batida
2 colheres (sopa) de amêndoas laminadas

para a frangipane:
75 gr de amêndoa moída
50 gr de manteiga amolecida
50 gr de açúcar
1 ovo
1 colher (chá) de raspa de limão


Preparação

Lavar bem o ruibarbo e cortar as pontas. Cortar os talos em pedaços com 5 cm. Colocar o açúcar, água de rosas e baunilha num tachinho e juntar 200 ml de água fria. Levar ao lume até ferver e dissolver o açúcar e depois apagar o lume. Adicionar o ruibarbo, tapar o tacho e deixar a amolecer na calda quente.
Polvilhar farinha numa superfície de trabalho e estender a massa com um rolo em formato oval, com 2-3 mm de espessura. Com uma faca aparar os bordos para ficarem direitinhos. Colocar a massa num tabuleiro forrado com papel vegetal anti-aderente e dobrar os bordos da massa para dentro (cerca de 1-2 cm a toda a volta), pressionando ligeiramente. Refrigerar no frio por 20 minutos. 
Preparar a frangipane colocando os ingredientes todos numa taça e bater bem até ficar cremoso.
Pré-aquecer o forno a 200ºC.
Espalhar a frangipane sobre a massa folhada, deixando 1-2 cm livres a toda a volta, porque se espalha durante a cozedura. Secar o ruibarbo da calda e espalhar sobre a frangipane. Pincelar os bordos da tarte com a gema batida e polvilhar as amêndoas laminadas por cima de toda a tarte. 
Levar ao forno por 35-45 minutos, até a frangipane dourar, a massa folhar e ficar estaladiça e o ruibarbo tenro.
Servir ainda morna polvilhada com açúcar em pó, e acompanhar com natas batidas ou gelado de baunilha.

Bom Apetite!





(recipe in english)

RHUBARB AND ALMOND TART
(recipe on "Summer Berries and Autumn Fruits", by Annie Rigg)

300 g forced rhubarb
200 g caster sugar
1 tsp rosewater
1 tsp vanilla bean paste
250 g puff pastry (store bought or this recipe)
1 egg yolk, lightly beaten
2 tbsp flaked almonds

for the frangipane:
75 g ground almonds
50 g unsalted butter, softened
50 g caster sugar
1 medium egg
1 tsp lemon zest


Method

Rinse the rhubarb under cold water and trim the ends. Cut each stem into lengths of about 5cm. Tip the sugar, rosewater and vanilla into a sauté pan and add 200ml cold water. Bring it slowly to the boil to dissolve the sugar and then remove from the heat. Add the rhubarb, cover and leave to soften in the hot syrup.
Lightly dust your work surface with flour and roll out the pastry into a rough oval shape, with 2-3mm thick. Use a large knife to trim and neaten the edges. Carefully slide the pastry onto a large parchment-lined baking tray and fold over the edges to create a border, pressing lightly. Chill in the fridge for 20 minutes. 
Make the frangipane by tiping all ingredients into a mixing bowl and beat well until smooth.
Preheat the oven to 200ºC.
Spread the frangipane over the pastry, leaving 1-2 cm border all the way round, as it will spread slightly during cooking. Drain the cooled rhubarb from the syrup and scatter all over the frangipane. Brush the edges of the pastry with the beaten yolk and scatter the tart with the flaked almonds. 
Bake for 35-45 minutes or so, until the frangipane is golden, the pastry crisp and the rhubarb tender.
Best served warm, with a light dusting of icing sugar, with some whipped cream or vanilla icecream.

Enjoy!




14 comentários:

  1. Respostas
    1. Confirmo que é super deliciosa também!
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Oh o nosso ruibarbo!
    Tão lindo todo o processo, saio daqui cheia de vontade de meter as mãos na massa (e de roubar essa fatia) ♥
    Simplesmente lindo!
    Bjinhoos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nosso ruibarbo é o mais bonito Patrícia!
      Esta foi das minhas tartes preferidas e este foi sem dúvida o melhor ruibarbo que alguma vez provei :)
      Obrigada sweetie, um beijinho.

      Eliminar
  3. quase deixei passar esta receita! Nunca provei ruibarbo, acreditas? fica tão lindo nessa tarte! E as fotos, nem sei que dizer, absolutamente maravilhosas.
    um abraço querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sara querida!
      Tens de provar ruibarbo, acho que vais gostar num crumble com morangos. Aí na tua zona encontras facilmente. E é sempre tão bom experimentar um ingrediente novo!
      Um grande beijinho minha linda.

      Eliminar
  4. Sabores que adoro :)
    Deram-me uma vez e gostei muito! Fiz um bolo e um gelado que ficou divinal!
    Esta tua tarte está linda, rústica e com amêndoa que tanto gosto!
    Que coisa boa :)
    Pode ficar reservada para o nosso lanche!
    Vais ficar pela Figueira no Verão?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu adoro ruibarbo! E ainda tenho um pedacinho congelado, que se calhar fica reservado para um bolinho e para o nosso lanche, que dizes?
      Devo estar sempre por cá sim, ainda nem sei quando tenho férias. Temos de combinar!
      Um beijinho menina linda.

      Eliminar
  5. Ola,Gostei do artigo, e do blog! Bem feito e bem estruturado, artigos de qualidade !Cumprimentos Empresa de Noticias Lider em Noticias www.noticiasdominho.com

    ResponderEliminar