Geladinhos de Chocolate e Doce de Leite



Dos pequenos prazeres da vida. Dos sabores que nos trazem sorrisos. Da vida mais doce. Dos gelados de verão. Assim vamos fazendo alguns dos nossos dias da estação.
Chocolate rico da Casa Grande e doce de leite em camadas. São sabores que nos unem num gelado de pauzinho, mais quentes que os de fruta, mas igualmente deliciosos e muito mais gulosos. 
Afinal, há que ter dias doces, a meio de um verão que teima em não chegar em força, com alguns chuviscos.
E as desculpas para comer mais um pedacinho de bom chocolate nunca são demais. 
Estes comem-se logo de enfiada, saboreando bem o contraste das camadas e toda a sua doçura, antes que se derretam! 
Alguém é servido?





Geladinhos de Chocolate e Doce de Leite

250 gr de chocolate negro Deli&Co (Casa Grande Chocolatier
150 ml leite (usei leite de coco caseiro)
1 colher (sopa) de geleia de agave
200 gr de doce de leite
120 ml de iogurte natural


Preparação

Derreter o chocolate em banho-maria ou no microondas. Adicionar o leite e o agave e misturar bem, até ficar homogéneo e brilhante.
Colocar a mistura no frio, até ficar mais grossa (uns 30-45 minutos).
Entretanto numa taça misturar bem o doce de leite com o iogurte e colocar num saco de pasteleiro para ser mais fácil de usar.
Colocar metade da mistura de chocolate em 4 copinhos redondos, usando uma colher pequena.
Dividir a mistura de doce de leite pelos 4 copos numa camada uniforme (com o saco pasteleiro será bem mais fácil de manusear a mistura sem sujar as laterais).
Colocar a restante parte de chocolate por cima da camada de doce de leite.
Tapar os copinhos com película aderente e fazer um buraco no centro da película, onde se coloca o pauzinho bem até ao fundo do copo.
Levar ao congelador por algumas horas até solidificar. Servir imediatamente depois de sair do frio, desenformando do copinho.

Nota: estes gelados derretem muito facilmente. Podem fazer a mistura e moldar o gelado numa taça ou tabuleiro pequeno, em vez de copos e servir com colher. Podem usar leite normal ou de coco. O agave é a gosto, não achei necessário mais que a quantidade colocada aqui, mas podem colocar mais ou nem colocar.

Bom Apetite!





Kugelhopf de Queijo e Espinafres



Pode-se dizer que ando a precisar de férias. Enquanto metade do meu cérebro trabalha e continua sempre enfiado em casos, cirurgias, coisas a fazer, não esquecer outras quantas, a outra metade imagina-se de férias e em descanso. Talvez bem longe daqui, para mudar de ares e tempo.

Basta abrir um livro de culinária até, para me imaginar a viajar por ele. Acontece tanto. E sabe bem, por momentos estar noutro lugar, uma turista de páginas escritas e fotografias por tirar.
O livro Little French Kitchen da Rachel Khoo é um exemplo disso. Um livro viajado, pelos quatro cantos de França, explorando as várias regiões e as suas tradições culinárias e reinvenções de receitas na sua cozinha pequenina de Paris. Uma inspiração e uma pequena viagem por França, pela costa, pelas montanhas, é quase como estar ali naqueles lugares e saborear cada uma das receitas dela.



Peguei no livro e fui conduzida até à Alsácia, descobrir o Kugelhopf. Em vez do tradicional, mais doce e com passas, experimentei a versão salgada. Uma espécie de brioche com menos manteiga, na receita da Rachel.
Um bolo salgado mármore, com os espinafres a pintarem de verde as fatias. 
E a vontade de fazer um piquenique de verão na companhia deste kugelhopf. 
Faça-se a vontade, estende-se uma toalha lá fora, regam-se os copos com limonada fresca acabada de fazer e aproveitam-se todos estes pequenos momentos, enquanto é verão.

Fica esta versão salgada de kugelhopf, que se junta ao tema desta edição da Bundtmania no Lemon and Vanilla. Vamos lá piquenicar estes bolinhos salgados!




Kugelhopf de Queijo e Espinafres
(receita adaptada de Rachel Khoo)

massa branca:
150 gr farinha trigo
1/2 colher (chá) de sal
3 gr de fermento biológico seco
45 ml de leite
1 ovo batido
35 gr de manteiga amolecida
75 gr de queijo da ilha ralado

massa verde:
3 chávenas de espinafres frescos
35 gr de manteiga
1 colher (chá) de sal
150 gr farinha trigo
3 gr de fermento biológico seco

1 ovo batido
1 punhado de pinhões


Preparação

Peparar a massa branca, misturando todos os ingredientes secos. Abrir um buraco no centro e colocar o leite, o ovo e manteiga e começar a amassar durante uns 5-10 minutos até a massa estar lisa e elástica. Adicionar o queijo e envolver bem na massa, continuando a amassar mais um pouco. Transferir a massa para uma taça limpa, tapar com película aderente e deixar levedar até dobrar o volume (o ideal segundo a Rachel é deixar a levedar no frigorífico durante a noite).
Para a massa verde, cozer os espinafres em água a ferver durante 10 minutos, escorrendo depois muito bem o excesso de água, espremendo bem os espinafres. Misturar a manteiga nos espinafres e adicionar o sal, misturar bem e triturar com a varinha mágica até obter uma papa verde.
Juntar a farinha e fermento aos espinafres e misturar, amassando bem, até obter uma massa lisa e elástica. Se achar demasiado seca, adicionar um pouco de leite. Depois de amassada a massa, colocar numa taça, tapar e deixar levedar como a outra massa simples.
Depois de levedadas as massas, transferir a massa branca para uma superfície enfarinhada e esticar num rectângulo de 20cm x 30 cm, com a ajuda de um rolo da massa. Pincelar a superfície com o ovo batido.
Fazer o mesmo com a massa verde e colocar por cima da massa branca.
Dobrar pelo lado mais largo do rectângulo, para dentro até meio da massa, e fazer o mesmo com a ponta oposta. Enrolar a massa de forma circular, em anel, e a ligar as pontas colando com a mistura do ovo.
Untar uma forma apropriada com manteiga, salpicar o fundo com os pinhões e colocar a massa, deixando levedar novamente até dobrar ou durante uma hora.
Levar a forno pré-aquecido a 200ºC e deixar cozer (teste do palito). Desenformar e servir morno ou frio.

Nota: a massa é bastante fofa no dia em que é cozido, achei mais seca no dia seguinte, mas perfeita torradinha em fatias e servida com queijo de cabra.

Bom Apetite!





Refresco de Melancia e Morango



Há imenso tempo que não colocava uma bebida no blog. O verão traz com ele estas vontades, de beber refrescos e sumos de fruta da época. E de os partilhar. À mesa, numa esplanada, lá fora num piquenique.
Adoro sumos de fruta, smoothies e batidos leves, limonadas bem fresquinhas. Por norma são as minhas bebidas preferidas, que se agarram numa mão e se bebem por uma palhinha.


  
Este refresco é um dos meus favoritos por esta altura do ano. Em que as melancias abundam e ainda há moranguinhos a crescer na horta, bem vermelhos e doces.
Gosto de sumos assim, leves e da estação. Que posso beber ou comer em gelados de pauzinho! Basta pegar nele, colocar em forminhas e num instante temos uma sobremesa fresca só com o doce da fruta. 
O verão tem destas coisas boas.