Papa Chai de Banana



Livro novo na estante. Há sempre espaço para mais um, onde já cabem tantos! Para virar cada página com fome de mais, para aprender mais um pouco, e para preparar novas receitas. É sempre tão bom.
O livro novo desta vez é sobre a dieta paleo, o Livro de Receitas Paleo de Irena Macri. Nas minhas estantes há espaço para a diversidade, para vários temas, dietas, cantos do mundo. Há espaço para para aprender um pouco mais sobre esta dieta do paleolítico. 

Para muitos poderá ser moda. Para mim é uma forma de aprender mais e provar mais. Estou a gostar imenso do livro, que é para todos, e inspirador. Leio sobre as bases da dieta paleo, sobre os alimentos que fazem parte dela e os que ficam de fora. Gosto da forma como a autora fala da comida, uma comida verdadeira e com ingredientes naturais, como cozinhar é e deve ser divertido. Como não encara a dieta paleo de um forma muito restritiva, e inclui nela alguns lacticínios e adoçantes naturais. É um livro cheio de coisas boas, receitas saudáveis, saborosas e com fotografias lindas, que nos abrem o apetite!

Panquecas de avelã com molho de laranja sanguínea, Salmão fumado com Bagel de Batata-Doce, Espargos com molho de Cogumelos, Gaspacho de Abacate e Couve, Bolinhos Asiáticos de Frango, Pipocas de Couve-Flor Assada, Húmus de Caju, Tartare de Atum com Lima e Sésamo e Mousse de Chocolate com Malagueta são só exemplos das coisas boas que nele podem encontrar.
Com tantas receitas marcadas para experimentar, a escolha foi para o capítulo das manhãs, que me abre sempre o apetite para pequenos-almoços deliciosos e brunchs de domingo. Uma Papa Chai de Banana, que é como um porridge mas sem aveia. Fiquei logo curiosa com o sabor e textura. E posso dizer que é super saboroso, com o toque do coco, da banana e das especiarias. Comeria a qualquer hora do dia! Agora quero explorar as restantes receitas, com o mesmo apetite, e sempre de forma divertida como o livro sugere.




Papa Chai de Banana
(receita do "Livro de Receitas Paleo" de Irena Macri)

1/2 chávena de amêndoas sem pele
1/2 chávena de nozes macadâmia sem pele (usei avelãs)
1 banana madura
1 chávena de leite de coco
1/2 chávena de água
1/2 chávena de coco ralado seco
1 colher (sopa) de sementes de chia
1/2 colher (chá) de cardamomo em pó
1/2 colher (chá) de gengibre em pó
1/2 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de noz moscada
1 pitada de sal
1/2 colher (chá) de pasta de baunilha

para servir:
mel, mirtilos, lascas de coco e canela em pó


Preparação

Num processador de alimentos colocar as amêndoas e as avelãs e triturar até obter uma textura esmigalhada. Adicionar a banana e tornar a triturar até reduzir tudo a puré (pode esmagar a banana com um garfo e juntar aos frutos secos, sem ser no processador).
Transferir tudo para um tacho e adicionar os restantes ingredientes, mexer bem para incorporar tudo. Ferver em lume brando, deixando cozinhar alguns minutos.
Servir em tacinhas, com mel, mirtilos, coco e um toque de canela.

Nota: para acelerar o processo, os frutos secos podem ser triturados com antecedência, misturados com especiarias e guardados num frasco, prontos a utilizar e ter um pequeno-almoço rápido à mão.

Bom Apetite!





36 comentários:

  1. Respostas
    1. Gostei imenso, por serem diferentes e pelos aromas.

      Eliminar
  2. Inês essa papa deve ser óptima tal como o livro deve ser bastante interessante. Desconhecia.
    Obrigada pela partilha.
    Beijinhos!!

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é lindo é, com receitas inspiradoras, estou a gostar de aprender um pouco mais com ele, acho que temos espaço para tudo um pouco! Beijinhos.

      Eliminar
  3. Desconhecia o livro mas acredito que estas papas sejam deliciosas ao pequeno-almoço :)
    Beijinhos, se quiseres vem visitar-me em
    Gulosoqb.blogspot.pt
    Facebook.com/gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla, o livro foi lançado há poucos dias, e é de facto interessante assim como estas papinhas :)

      Eliminar
  4. Olá Inês. Adorei estas papas, devem ser deliciosas. Eu costumo desvalorizar bastante estas dietas e regimes alimentares da "moda", mas até acho a dieta paleo diversificada e com alimentos e ingredientes de bastante valor nutricional.
    Beijinhos, Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula, também não sou de modas, mas adoro experimentar de tudo (deixando só de lado algumas carnes), conhecer mais sobre os assuntos e experimentar receitas. E de facto a dieta paleo é bastante interessante se não for feita de forma demasiado restrita. Um beijinho.

      Eliminar
  5. Olá, minha querida Inês!
    Não há nada mais gostoso do que folear os livros de receitas, eu gosto
    muito de livros os de receitas são os meus favoritos, aprendo muito com eles.
    Mistura perfeita de ingredientes, delícia de papa!

    Bjs ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também posso dizer que os meus livros preferidos são sem dúvida os de culinária, com tantos temas diferentes, sempre a aprender! beijinho.

      Eliminar
  6. Eu detesto papas, lol, mas adoro o conceito Paleo.
    Não para ser seguido à risca porque é, de facto, moda, mas porque gosto de experimentar de tudo cá em casa, desde indiano a vegetariano, passando pelo paleo.
    Mirtilos fora de época no teu blogue?? A minha alma está parva, eheheh!!
    Pois ainda bem que aqui os tens, pois destas tigelas, só comeria os mirtilos, as lascas de coco e o mel e mais essas receitas todas de que falas, pois essas devem ser bem boas, especialmente o salmão fumado com bagel de batata doce...
    Até já fiquei com fome!
    Beijinhos,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehe, eu sei que detestas papas!
      O mesmo se passa aqui em relação à dieta paleo, e se antes a desconhecia ou até tinha uma ideia errada ou restritiva, tenho vindo a aprender mais e a ficar surpreendida, no bom sentido, adoro provar de tudo (vá, quase tudo! lol) e experimentar receitas novas.
      Sim, o bagel de batata-doce e salmão está mesmo a pedir para ser feito! Beijinho.

      Eliminar
  7. Um livro delicioso sem dúvida Inês, também fiquei com essas papinhas debaixo de olho ;)
    Estou curisosa para experimentar umas tantas no novo livro :D
    beijinhos
    sara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara, eu tenho as receitas quase todas debaixo de olho (tirando as de borrego!), e estou a gostar bastante. Tenho de ter mais tempo para conseguir fazer tudo que marco!
      Um beijinho grande.

      Eliminar
  8. Olá Inês: estas papas devem ser ótimas para pequeno-almoço, pelo menos eu sei que ia adorar. Com os mirtilos e os frutos secos devem ficar deliciosas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto destas tacinhas, com papas, com tanta coisa boa à mistura, ficam muito boas!
      Um beijinho.

      Eliminar
  9. Olá Inês,

    Pois eu cá também não sou muito de "modas" mas sou muito aberto a novas experiências na cozinha, gosto de conhecer e experimentar receitas novas e novos conceitos. Não conhecia este livro, mas a avaliar pela tua descrição deve mesmo ser lindo e traz receitas deliciosas. Fiquei com fome e já a sonhar com o pequeno almoço, só de olhar para as tuas imagens lindas. Tenho alguma curiosidade sobre a dieta do paleolítico e é algo sobre o qual quero aprender mais. :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Célio, isso das modas ou há o cliché de ser da moda, ou o cliché de não ser da moda hehe. Se é da moda ou não, prefiro sempre conhecer antes de desvalorizar, e neste caso, estou a adorar conhecer mais sobre a dieta paleo. Nunca a faria de forma restritiva é certo, gosto da minha dieta bem diversificada e sem extremismos em nada!
      Este livro dá fome :) um beijinho e obrigada.

      Eliminar
  10. Creio que vou deixar uma biblioteca muito vasta para a minha filha em livros de cozinha, mas tu abusas ;-)
    Torna-se impossível conseguir fazer todas as receitas marcadas, pensadas e desejadas de todos os livros que tenho, e são bastante menos que os teus. Imagino o teu "desespero". Bem, se fizermos uma ou duas de cada livro, já nos damos por contentes :-)
    Gosto de pequenos almoços tardios, elaborados e demorados. Pena que poucas vezes acontecem.
    Esta tua papa chai com certeza me traria uma manhã de fim de semana muito feliz. Vou guardar (mais uma)...
    Beijinho, querida e bom resto de semana.
    C

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu adoro livros e aprender mais! E eles vêm ter comigo :) são sempre bem recebidos hihi. E há de tudo nas estantes, vários temas, espaço para conhecer um pouco de tudo. Já o tempo não ajuda, mas a leitura é sempre boa!
      Esta papa podes fazer durante a semana sim!! Se tiveres os frutos já triturados com as especiarias, de manhã perdes só uns 5 minutos a misturar e lume, é mesmo essa a ideia, de poderem ser rápidas em dias sem tempo.
      Um beijinho.

      Eliminar
  11. Isto deve ser tão bom Inês. Nunca experimentei fazer papas com oleaginosas trituradas, mas deve ser uma delícia!
    Obrigada por partilhares connosco :)
    Beijinhos
    www.petiscana.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Filipa, eu adorei o resultado, e a mistura de sabores estava mesmo boa. Um beijinho.

      Eliminar
  12. Que maravilha e óptimo para eu comer à vontade! :D Obrigada está lindo e parece mesmo saboroso!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes mesmo comer à vontade, eu deixo! :) É delicioso.
      Um beijo.

      Eliminar
  13. Adorei esta receita! Confesso que as especiarias me chamaram mais atenção ao ler o restante das receitas e penso que só pode ficar bom com tantos ingredientes deliciosos. Não conheço muita coisa da dieta paleolítica, também acho que é mais uma moda, mas como bem disse, é sempre bom aprender coisas novas - e experimentar também!
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tati, eu adorei experimentar estas papas diferentes do habitual que faço. E ficam muito boas com o toque do coco, banana e especiarias. Quentes ou frias, adorei. E sim, apesar de "estar na moda" acho que é um dieta muito diversificada e bastante interessante. Beijinho.

      Eliminar
  14. Parece-me um livro muito bom, até porque todo o conceito em volta da paleo é sólido e interessante :) Essas papas parecem deliciosas! Não há nada melhor para um pequeno-almoço saudável e completo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo interessante sim, e a dieta em si é super diversificada, estou a gostar. Um beijinho.

      Eliminar
  15. Maravilhosas essas papas querida :)
    Pequenos almoços perfeitos é o que essas fotos demonstram!
    Já fiquei a salivar com a tua lista de receitas a fazer! Parece tudo delicioso! O livro deve ser lindo :)
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joaninha :) eu sei que também gostas muito de pequenos-almoços.
      Sim a minha lista já foi diminuida, já fiz mais uma receita de lá e estou a adorar o livro.
      Um beijinho.

      Eliminar
  16. Também tenho esta na lista. Confesso que não sou de modas, mas gosto sempre de um bom livro e acho este muito interessante.
    E tu fizeste jus à receita sem qualquer dúvida ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Su linda, apesar de não ser de modas, adoro experimentar e saber sempre mais, aprender e conhecer. Este livro fez-me ver sem dúvida que a dieta paleo é muito interessante e diversificada e as receitas são o máximo!
      Um beijinho.

      Eliminar
  17. Adoro assim receitas interessantes e diferentes! :)
    Não tinha conhecimento do livro, mas as sugestões deixadas, dão vontade de o adquirir para experimentar esses sabores e combinações alternativas!
    Adoro receitas de pequeno-almoço e esta é só mais uma que vou guardar para experimentar :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno, eu adoro receitas para manhãs, ou lanches ou brunches. E adorei o livro neste aspecto, por ter ideias giras e diferentes, apetece fazer quase tudo!
      Um beijinho.

      Eliminar