Red Velvet Simples


Red Velvet. Demasiado cliché? Talvez sim, talvez não. Acaba por não ser um verdadeiro red velvet. Despido. Simples. Sem recheio e cobertura de queijo creme. Acompanhado de umas natas batidas em chantilly. Assim, bem simples como eu gosto e sem grandes coberturas.
Para celebrar o amor. Todos os tipos de amor, todos os amores, todas as coisas que nos fazem sorrir e amar. E bater o coração, bem forte e imenso. Cá dentro.

Não vou falar de amor, porque não cabem aqui todas as palavras para o descrever. Tudo é limitado para o dizer.
Às vezes penso que queria ter dois corações, que só num não cabe todo o amor. Talvez por essa razão, tenha mesmo de ser partilhado. E um bolo doce tem esse poder, da partilha.
Pois aqui fica um pedaço desse amor. Em tons de vermelho e dias de inverno, ao som de uma banda sonora preferida, que nos arranque sorrisos pelo caminho da vida.




Red Velvet Simples

2 chávenas de farinha trigo
1 colher (chá) de fermento
1 colher (sopa) de cacau em pó
1 chávena de açúcar mascavado
3 ovos
100 gr de manteiga derretida e fria
1 colher (chá) de corante vermelho em gel
1 colher (chá) de vinagre de sidra
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 chávena de buttermilk

Para servir:
200 ml de natas frescas
2 colheres (sopa) de açúcar baunilhado


Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar muito bem com manteiga uma forma de bolo.
Preparar o buttermilk juntando uma chávena de leite com uma colher de sopa de sumo de limão, mexer bem e deixar a repousar por 10-15 minutos antes de usar.
Misturar a farinha com o fermento e o cacau, numa taça e reservar.
Noutra taça colocar os ovos e o açúcar e bater com a batedeira eléctrica, até ficar uma mistura espumosa e volumosa. Adicionar depois a manteiga derretida e mexer bem.
Juntar o corante nesta fase e misturar bem na massa, até obter a cor pretendida (poderá juntar mais se achar necessário). Em seguida misturar o vinagre com o bicarbonato, deixando fazer uma espuma e juntar à massa.
Adicionar metade do buttermilk e mexer bem, seguindo-se metade da mistura da farinha e envolver. Juntar o restante buttermilk e farinha e mexer bem a massa até ficar homogénea.
Colocar a massa na forma preparada e levar ao forno até cozer (teste do palito).
Desenformar o bolo depois de retirar do forno e deixar arrefecer totalmente.
Para as natas, bater bem até ficarem firmes e volumosas, adicionando o açúcar e voltando a bater até ficar bem incorporado. Manter no frio até servir.
Na altura de servir o bolo pode optar por servir simples e com as natas batidas ao lado, ou cobrir o bolo com o chantilly.

Bom Apetite!



48 comentários:

  1. Não vale falar de clichés neste dias, Inês! :D
    Além de que o mais importante é mesmo fazermos o que nos está a apetecer. E a mim deu-me vontade de voltar a fazer um Red Velvet, depois de ver esta tua maravilha.
    É um bolo interessante mas que só me sabe bem acompanhado com natas, como sugeres. Pois acho-o algo seco.
    O teu está fantástico! :)

    Bjinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer dia é bom para clichés :) é isso mesmo Susaninha.
      Achei interessante termos o gosto igual quanto a este bolo.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Gosto tanto ,o teu simples ficou lindo, já se comia
    bj

    ResponderEliminar
  3. Minha linda,

    encheste-me de amor com esse texto, essas fotos, esse bolo. E essa forma?! Gorgeous!!
    Felizes aqueles cujo amor não cabe em lugar nenhum. Aqueles cuja vida tem sempre doçura e cor.
    Beijinhos querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro esta forma, é o meu novo amor :) adorei as tuas palavras como sempre. Beijinho.

      Eliminar
  4. Lindo o bolo, nunca fiz red velvet, não sei porquê, só sei que este seu bolo me encheu de vontade de preparar :)
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tati, eu nem sou de usar corantes mas adoro este bolo e esta cor, tens de experimentar!

      Eliminar
  5. Clichê? Não será a vida, ela própria um clichê?
    Ai, adoro red velvet e adoro dois corações cheios de amor e adoro essa forma e esses pratos e por isso, viva o amor, os clichês e o dia dos amados, lol!!
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há clichés que sabem bem e pronto :) viva sempre o amor e tudo o que é bom!!
      Um grande beijinho.

      Eliminar
  6. Esse bolo faz mesmo lembrar o amor, seja de que tipo for. Amor é amor! E ainda bem que há red velvet para o celebrar! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amor é amor :) com todas as suas imperfeições e questões. Que seja assim doce!

      Eliminar
  7. Adorei o bolo, há séculos que o tenho debaixo de olho, desta vez levo a receita :)
    gulosoqb.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Carla, é simples mas acaba por saber tão bem com as natas frescas. Um beijinho.

      Eliminar
  8. Olá, como faz o butter milk? Com medidas sff. Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gui,
      na preparação da receita explico como faço o caseiro, para esta receita misturar uma chávena de leite com uma colher de sopa de sumo de limão, mexer e deixar repousar 15 minutos antes de usar.

      Eliminar
  9. Cá em casa é dos bolos preferidos dos meus filhos. Ficou tão bonito e com uma cor magnífica.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Márcia! Eu é tão raro fazer que deu saudades e calhou logo nesta época.
      Um beijinho.

      Eliminar
  10. Não diria simples...diria mais DELICIOSO E LINDO! :)
    -
    Diogo Marques
    Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram | Zomato
    -

    ResponderEliminar
  11. Simples ou não ficou de comer e chorar por mais de tão lindo. Uma cor magnífica. Nunca provei mas fiquei com imensa vontade de o fazer.
    Beijinhos!!

    Tânia Tiago
    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de experimentar Tânia, mesmo o mais convencional, com recheio e cobertura de queijo creme.
      Um beijinho.

      Eliminar
  12. Sou fã de coisas simples. Sou fã das tuas fotografias e bolinhos e do amor também :-) Nada tem sentido se não amarmos ou formos amados.
    Um red velvet pode ser um sinal do amor...
    Feliz Dia dos Namorados, simples não consumista e duradouro.
    Beijinhos
    C

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que possamos sempre celebrar o amor, todos os dias, nas pequenas coisas, de forma sempre doce!
      Beijinhos.

      Eliminar
  13. Que lindo Inês, para celebrar o amor... ♥
    Ficou mesmo aveludado e com uma cor vibrante!
    E a forma nem se fala...
    Bjinhos sweetie!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro esta forma, é um novo amor por assim dizer :)
      Um grande beijinho minha sweetie.

      Eliminar
  14. Olá minha querida!
    A receita é tão simples que deu vontade de ir pra cozinha agora mesmo, uma
    pena que no momento o calor está de 31°C, super quente.
    Levo a receita, farei outro dia, amei!
    As fotos como sempre lindas e irresistíveis!

    Um maravilhoso fds pra ti junto a sua família!
    Bjs ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Andréa, sim com essa caloraça sugiro mais um geladinho, uma água de coco ou uma caipirinha!!
      Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  15. Olá Inês!
    Nada melhor que celebrar o amor, seja ele de que tipo ou forma for, com um bolinho simples, mas LINDO e delicioso como este Red Velvet que aqui partilhas. Nunca fiz um Red Velvet e penso que também nunca comi, mas atrevia-me a tirar uma generosa fatia do teu e com bastantes natas. Está perfeito e lindo como só tu sabes fazer. :)
    Um beijinho grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para celebrar tem de haver sempre bolinho não é? :)
      Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  16. Na simplicidade está o ganho ;)
    Cliché ou não, este bolinho é uma delicia e o teu está lindo Inês!
    Beijinhos
    www.petiscana.com

    ResponderEliminar
  17. Uma particularidade dos bolos vermelhos - nunca se tornam cliché! Afinal, são bolos e são vermelhos. Mais do que muitas pessoas, ou coisas, se podem orgulhar de dizer :P
    Esse simples ficou lindo! Deve ser uma delícia :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostaste querida Avelã :)
      um beijinho.

      Eliminar
  18. Tão verdade, minha querida Inês! Que os amores te acompanhem em cada dia do ano e que possam ser sempre bonitos e singelos como este bolinho. ;)

    beijo enorme e boa semana*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que seria da vida sem amor e sem bolos?
      Um beijinho enorme Suzana.

      Eliminar
  19. Que fotografias bonitas, Inês! :)

    Ana
    Sweet Bigas (sweetbigas.blogspot.pt)

    ResponderEliminar
  20. Que lindas fotografias!
    De facto não há palavras para descrever o amor!
    Mas nada melhor do que um bolinho para o celebrar! Para mim o amor celebra-se todos os dias, sem data fixa!!
    E o bolinho vermelho para aquecer nestes dias frios de Inverno é a cereja no topo do bolo.
    Um beijinho grande querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo é bom para celebrar o amor, todos os amores!
      Um beijinho enorme linda.

      Eliminar
  21. Receita anotada :) Os clichés só o são porque algo de bom foi criado, banana com chocolate, morangos com chantily etc :D este bolo está para lá de maravilhoso =D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa boa, é mesmo! E há dias em que sabe bem um cliché.
      Um beijinho.

      Eliminar
  22. Respostas
    1. Obrigada pela visita Mota! Também gostei muito do teu Alho Francês.
      Um beijinho.

      Eliminar
  23. Olá! Será que o bolo fica bem numa forma sem buraco ou tem que ser mesmo numa normal de bolo com chaminé? Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inês, não fiz, mas deve ficar bem. E até cortar depois ao meio, rechear com as natas e cobrir tudo de branco, e enfeitar com uns frutos vermelhos!

      Eliminar
  24. Olá, Inês.
    De facto esse bolinho ficou fantástico! O interior não engana e as fotos estão lindas!
    Gostava de fazer este bolo...mas queria arranjar alternativa ao uso do corante... alguma sugestão?

    Beijinhos

    Sílvia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sílvia,
      que bom que gostas :)
      eu não sou nada de corantes, mas vá, uma vez por outra e só para este bolo uso.
      Para alternativa natural, podes usar puré de beterraba, nunca experimentei mas já vi bolinhos com e que têm muito bom ar. Procura no google por natural red velvet ou beet red velvet.
      Um beijinho.

      Eliminar