Pão Integral com Figos e Nozes



Há alturas em que o cansaço se apodera, mais vezes do que as que eu desejaria. "É bom ter trabalho!", vou sempre ouvindo dizer, e na realidade é. Os dias preenchidos acabam por ser gratificantes e ricos em experiências. Uma constante aprendizagem, é assim a minha profissão. Enquanto vou aprendendo coisas novas, estudo outras, alimento as leituras não culinárias e pratico com os novos equipamentos de cirurgia. Têm sido meses bons. Mas sim, ando cansada. E para além disso engripada e garganta irritada e dores nas costas. Nem sempre é fácil lidar com tudo, estar sempre preparada para agir, quando o corpo pede para abrandar.

Na cozinha entro também muitas vezes em modo automático e faço receitas que quase se fazem sozinhas. Ter sopa sempre feita é muito bom, e ao chegar tarde a casa é um conforto comer uma tacinha quente. Fruta variada e da época sempre na cesta e na mala. E pão que nunca pode faltar, mesmo que seja duro. Refeições rápidas e fáceis para os dias da semana, que não me obriguem a pensar. 
Não consigo é estar muito tempo sem pôr a mão na massa. Sem ligar o forno. Sem fazer um bolinho ou um pão, umas bolachinhas ou algo que torne os dias cansativos bem mais leves. É sempre na cozinha que essa magia acontece. 

E fazer um pão é sempre algo que me dá muito prazer. Gosto de amassar, cada vez menos uso a batedeira eléctrica e mesmo a máquina do pão está guardada há mais de dois anos. O acto de amassar é mesmo relaxante. Mas nem sempre há tempo para o processo de levedar e é por isso que os pães rápidos ("quick bread") são uma alternativa muito boa, a ter pão caseiro em casa, de forma rápida. 
Esta receita é de um livro que já vos falei, o Food52 Baking, ando perdida de amores por ele (eu e os livros de culinária), e é adaptada de uma do Mark Bittman. É um pão rápido e fácil de fazer, misturar líquidos com sólidos, é ligeiramente doce, usa variedade de farinhas, é rico e massudo (mas do tipo massudo que eu gosto, não sei se me faço entender). Podem substituir o melaço por mel, o iogurte por "buttermilk", e mudar as frutas secas a vosso gosto. Fica com um ar bastante rústico, e é perfeito durante 2-3 dias, mesmo torradinho em fatias. Com manteiga e uma chávena quente de cevada.






Pão Integral com Figos e Nozes
(do livro Food52 Baking)

175 gr de farinha trigo integral
100 gr de farinha centeio
75 gr de farinha milho
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
100 ml de melaço
375 ml de iogurte natural
100 gr de nozes
100 gr de figos secos


Preparação

Pré-aquecer o forno a 170ºC. Untar com manteiga e forrar com papel vegetal uma forma de bolo inglês.
Numa taça misturar as farinhas, com o sal e o bicarbonato.
Noutra taça mexer bem o iogurte com o melaço. Adicionar aos poucos à mistura das farinhas e ir envolvendo bem. A massa vai ficar muito espessa.
Incorporar os figos e nozes, picados grosseiramente, na massa e colocar na forma, sem alisar o topo.
Vai ao forno até cozer (uns 45-60 minutos), façam o teste do palito e se necessário coloquem papel de alumínio a tapar, se começar a ficar muito escuro a meio da cozedura.
Desenformar e esperar que arrefeça completamente antes de fatiar (eu esperei!).

Bom Apetite!





45 comentários:

  1. Olá Inês!!
    É realmente gratificante quando temos a oportunidade de trabalhar naquilo que amamos!!
    Esse pão está de encher os olhos, com uma cor rica e várias texturas!
    Beijos e ótimo dia pra ti! =)
    www.deliciasdavodeo.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Andrea, e não há cansaço que nos faça parar quando gostamos!
      Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  2. Que óptimo aspecto Inês. Este pão vai com toda a certeza ajudar-te a recuperar rapidamente. Até porque os teus pacientes agradecem :)
    Ainda assim, tenta descansar, para ajudar o teu corpo a ganhar forças.
    Rápidas melhoras Inês, cuida de ti.
    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Annabelle, obrigada pelas palavras e carinho, és muito especial!
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Boa, tenho todos os ingrediente em casa para fazer! Deve ser tão bom! Aposto que nem vou precisar de manteiga ou doce para barrar! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é verdade, este pão basta por ele, e a minha avó só dizia: "este bolo é mesmo bom!" hihi

      Eliminar
  4. Olá Inês!
    Espero que fiques bem rapidamente... Em relação ao teu pão fiquei deliciada com o aspecto e a combinação de ingredientes. Vou ter que experimentar! Adoro pão com frutos secos! Ficam com aspecto rústico e são tão saborosos... Que maravilha!
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula, da gripe já estou bem melhor! Experimenta o pão, vais gostar.
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Realmente às vezes andamos tão cansadas. Não sei como conseguimos. Mas temos que olhar para a frente e meter as mãos na massa. ehehe
    Tem que ser! Era bom dormir 15 dias seguidos mas nesta vida louca não dá.
    Adorei o pão. A cor é linda. e as fotos como sempre estão fantásticas.
    Beijinhos
    Sarinha.
    No Conforto da Minha Cozinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehe, meter a mão na massa ajuda sempre Sarinha!
      Um beijinho.

      Eliminar
  6. Ficou tão lindo e apetitoso! Deve ser uma delícia!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Que bom aspecto! Deve ter ficado mesmo bom. De certeza que vou experimentar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom, gostamos muito desta receita. Experimenta sim!

      Eliminar
  8. ficou tão indo!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. É bom ter trabalho e é bom chegar a casa com sopinha pronta a comer!
    Não é bom andares engripada! E tens que descansar para isso passar de vez :) (E combinarmos um lanche com coisas boas como este pão!)
    Este pão é lindo, simples e com uma cor fantástica!
    Gosto muito de pães doces!
    Ficou lindo! (A tábua também é um mimo!)
    Um beijinho querida!
    Põe-te boa rápido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem Joaninha :) está quase a passar.
      E esse lanchinho a ver se sai, com direito a tudo. Beijinho.

      Eliminar
  10. É mesmo... há dias em que o cansaço se apodera de nós, mas quando deito a cabeça na almofada e faço uma retrospectiva do dia, apercebo-me da quantidade de coisas que consegui fazer e fico feliz por sentir que foi um dia cansativo, mas produtivo :-)
    Adoro pãozinho... adoro manhãs com pãozinho quente e então com nozes e figos, xiii já estou a sorrir à tontinha para o computador ;-)
    Beijinhos, querida.
    C

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, às vezes penso como é que consigo, nem sempre é fácil, ainda mais na minha profissão, mas acho que temos sempre força dentro de nós e se fizer o meu melhor e com gosto, acaba sempre por ser bom. Pãozinho quente é do melhor que há :) um beijinho.

      Eliminar
  11. Olá querida!
    Antes de mais, as melhores para esses resfriados da época. Ora vem calor, ora vem frio, ora nos apetece estar ao sol mas a saber que não nos vai fazer nada bem. Nos dias sempre preenchidos da semana, ando como tu, em modo automático, e as refeições fazem-se num instante. Há sempre sopa, muita fruta, tacinhas de iogurte e granola e uns quantos tabuleiros de peixe e frango no forno que assam enquanto trato de tantas outras coisas. Mas se há terapia que não dispenso é ir para a cozinha ao fim de semana e fazer algo que me anime. Umas bolachinhas, um bolinho, um pão. Não me cansa, relaxa-me ao invés.
    E este teu pão rapidinho tem a fórmula que mais gosto. Denso, escuro e carregado de coisas boas. Já roubava uma fatia, não?!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia, não passo sem esses momentos na minha folga, ligar o forno e fazer algo bom, nem que seja assim um pãozinho rápido,
      beijinhos.

      Eliminar
  12. Este pão deve ser mesmo bom, muito nutritivo, levo a receita para experimentar :)
    Gulosoqb

    ResponderEliminar
  13. Esse pão tem um aspecto delicioso, embora eu não goste de figos temos muitas figueiras na minha casa (vivo no campo, quando não vivo em Londres hehe) A minha mãe vai adorar esta receita vou fazer para ela quando for a casa no Natal ela tem os figos secos numa cesta prontos a usar :p

    www.therasiathecook.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Therasia, eu ao contrário adoro figos, frescos ou secos, adoro. Mas neste pão podes usar outras frutas a gosto em vez dos figos e nozes, podes usar o que preferires. Um beijinho.

      Eliminar
  14. Querida Inês, sim realmente não é nada fácil conseguir gerir tudo na vida ( ainda por cima doente). São estes pequenos prazeres, como fazer um bolo ou um pão, que muitas vezes nos aquecem o coração e nos dão força para mais uma semana.
    As melhoras querida, com muito gosto partilhava uma fatia desse pão maravilhoso contigo :)
    um abraço
    sara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Sara, e eu adoro fazer bolos e pães e partilhar. Adorava partilhar contigo também :) um beijinho.

      Eliminar
  15. Se se encarar a culinária como um prazer é mais fácil arranjar tempo para ela. Para um pãozinho destes! :D A textura está fenomenal, deve ser fantástico :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A culinária é um prazer embora haja dias em que só o descanso ajuda. E ter uma sopa feita é uma benção. Obrigada Avelã, beijinho.

      Eliminar
  16. Esse pãozinho tem um ar divinal. Fiquei com vontade de experimentar. Apesar de chegar de "rastos" ao fim de semana, tento arranjar sempre uma manhã para cozinhar qualquer coisa nova. É algo que me descontrai e me faz bem.
    Beijinho grande

    Sílvia Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso eu compreendo Sílvia, e eu mesmo trabalhando aos sábados, sempre que posso guardo as manhãs de domingo ou finais de tarde para pôr algo bom no forno!
      Faz mesmo bem, um beijinho.

      Eliminar
  17. Que pão maravilhoso, estou doida por experimentar, achava que tinha melaço cá em casa para fazer já hoje mas vou ter de aguentar a gulodice :) e percebo o que dizes, ando cansada também mas ao fim de semana sabe bem ir para a cozinha e pôr as mãos no tacho e nas panelas. Não prescindo desses bocadinhos :)

    Grande beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São esses bocadinhos que nos fazem felizes e ajudam a descontrair não é? Faz o pão sim, vais gostar! Beijinhos.

      Eliminar
  18. Tens razão amassar é uma terapia :) Gosto muito destes pães assim nutritivos e saudáveis.
    Mais uma vez adorei ♥
    Bjinhoos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, adoro amassar e meter a mão na massa! Esta é a melhor época e que venham também as bolachinhas no forno.
      Um beijinho minha linda.

      Eliminar
  19. Também gosto de cozinhar. Esses teus cozinhados têm sempre tão bom aspecto 😆

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nomeei te para uma Tag. Algo diferente :)
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Olá Nina, obrigada pelas palavras e pela visita :) um beijinho.

      Eliminar
  20. Que lindo bolo! Que lindas fotos! Um prazer para os olhos e paladar! :) reparei que a receita nao leva ovos na massa do bolo! Fiquei curiosa!)) Já quero experimentar! :)

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Miuda,
      não leva ovos não, é mesmo pão, massudo e sem levedar, mas mais pão que bolo. Beijinho.

      Eliminar
  21. Adoro o seu blog. Este pão deve ser divinal. Gosto bastante de cozinhar mas nunca me atrevi a fazer pão a sério, só mesmo aquele que é só juntar água. Um dia terei que fazer a sério. Obrigada pela partilha. Um grande abraço e parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luisa, obrigada pelas palavras e pelo carinho.
      Força no pão, parece mais complicado do que é. Este é bem simples, apesar de não ser um pão tradicional com levedar, mas fica delicioso e muito bom para o tempo frio.
      Um beijinho, e obrigada.

      Eliminar
  22. Top. Brutal. Maravilhoso. Fico fantástico

    ResponderEliminar
  23. Que maravilha Inês este pãozinho!
    Fiz hj e está qqcoisa de fantástico!!!
    Obgda ������

    ResponderEliminar