Bolo de Clementina e Coco


Chegou a época do ano que pinta o pomar de laranja. Apesar do Inverno ser a estação com que menos me identifico, adoro os citrinos que vão amadurecendo no laranjal.
Os dias de Inverno solarengos, que sabem tão bem, fazem ainda brilhar mais os frutos. Pequenas pérolas lá fora, no quintal, no meio do verde. Tangerinas, clementinas, tânjaras e laranjas.
É só esticar o braço até à rua, e comer uma tangerina acabada de apanhar. Fazer um sumo de laranja natural para uma dose de vitamina C e saborear logo pela manhã. Para afastar as constipações.

Gostamos de partilhar com os vizinhos e amigos. Quem quiser, pára e come directamente da árvore. Dois dedos de conversa ao pé das laranjeiras, que se espalham à volta da casa, desde que me lembro. Foram plantadas pelos meus avós, há muitos anos.
E nesta altura do ano, os bolos e alguns cozinhados ficam animados pelos citrinos. Os bolos de laranja e a torta de laranja são os que me lembro de serem feitos desde sempre pelas mãos das mulheres da casa. E eu animo-me sempre a comer uma fatia.
Desta vez foram as clementinas que deram em bolo, num destes domingos de sol e frio.





Bolo de Clementina e Coco

3 ovos
1 e 1/4 chávena de açúcar de coco
1/2 chávena de manteiga derretida
1 iogurte natural
1/2 colher (chá) de pasta de baunilha (opcional)
1 colher (sopa) de rum escuro (opcional)
raspa e sumo de 3 clementinas
1/2 chávena de coco ralado
1 colher (chá) de fermento Royal
2 chávenas de farinha de trigo

açúcar em pó baunilhado Royal q.b.


Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma de buraco e reservar.
Numa taça colocar os ovos e o açúcar e bater muito bem com a batedeira, até ficar cremoso e volumoso. Em seguida adicionar o iogurte, manteiga, baunilha e rum e mexer muito bem.
Adicionar a raspa e sumo das clementinas e o coco e bater bem a massa.
Por fim, peneirar a farinha, juntando-a à taça e o fermento, e envolver bem na massa até ficar homogénea.
Colocar na forma reservada e levar ao forno até cozer (teste do palito).
Desenformar e depois de frio, salpicar com açúcar glacé baunilhado por cima.

Bom Apetite!





23 comentários:

  1. Hummm bolinho perfumado e com ar de "bom" Inês.
    Também não me dou bem com esta estação do ano mas tudo vale pelos deliciosos e suculentos citrinos que agora temos à mão.

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Olá Inês,
    Estou como tu, não há muita coisa que aprecie no Inverno, mas as frutas cítricas são uma delas. Adoro as laranjas, as clementinas, as tangerinas e os limões. E bolos com esses sabores são, sem dúvida, um dos poucos a gerarem consenso por aqui.
    Este teu bolo faz-me lembrar um de clementinas e coco que tu fizeste ano passado, tão bom!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Que aspecto tão bom Inês :) Será que dá para susbtituir a manteiga por óleo de côco ou mais um iogurte?

    beijinho,
    chatsandjuices.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês, eu só experimentei mesmo com manteiga, mas penso que dá perfeitamente para subsituir por óleo de coco, ou até mesmo um iogurte e só um pedacinho de óleo de coco, para ser menos gordura ainda. Depois conta! Beijinho.

      Eliminar
  4. Bem bom deve ser este bolo e que saudades das deliciosas clementinas e laranjas portuguesas! Por aqui são coisas raras que vêm de longe e encontrar citrinos de qualidade e sem pesticidas é uma autêntica caça ao tesouro! *s

    ResponderEliminar
  5. Que bolo tão bonito e aromático. A "carinha" é ótima. Apetece logo agarrar uma fatia.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  6. Que bom aspecto!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Acho mesmo que o teu dom são os bolinhos, querida!
    Saem-te sempre perfeitinhos, apesar das queixas que tens do teu forno :-) Uma fatia para o meu lanche, por favor ;-)
    E eu que tenho tantas laranjas na quinta e não consigo lá ir... todos os fins de semana ocupados!
    Aproveita sim, querida e faz muitos... muitos bolinhos!
    Beijinhos grandes
    C

    ResponderEliminar
  8. Adorei o bolo, tem dois ingredientes que gosto muito, é mesmo o meu tipo de bolo para esta estação, com uma chávena de chá, fica perfeito!
    As fotos cada vez melhores Inês, qlq dia tens que me dar um workshop :P

    Beijinhos grandes,
    Joana

    ResponderEliminar
  9. Que combinação interessante de coco e clementina! Acho que vou gostar! Ficou perfeito o teu bolo, Inês! Parece muito fofo e aromático! Simplesmente delícia!

    Um grande beijinho* :)

    ResponderEliminar
  10. Lindo o bolo, fiquei pensando em qual ingrediente se deu essa cor bronzeada para o bolo e vi que não conhecia o açúcar de coco, bem amarelinho. Deve ter ficado muito boa essa combinação, já que cítricos e coco combinam tão bem. Vou guardar para a época de tangerinas por aqui.
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tatiane, sim, a cor escura vem do açúcar de coco, que é bem moreninho e mais saudável que o refinado. Um beijinho.

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Olá Ida,
      eu costumo comprar em lojas de produtos naturais, como o Celeiro por exemplo.
      Um beijinho.

      Eliminar
  12. Minha querida :)
    Que lindo bolinho, que linda cor :) Quero uma fatia, sim?
    É tão bom sair de casa, dar uns passos, conversar e apanhar uma laranja ou tangerina para comer assim :)
    A casa da minha avó daqui de Coimbra tem duas laranjeiras que dão laranjas deliciosas, tenho que ir lá apanhar laranjas, que sabem tão bem nesta altura! Gosto tanto de bolinhos com citrinos!
    Uma boa dose de vitamina C para afastar as gripes (e há tanta gripe agora!!)
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  13. Bom dia, Inês!
    Que bom que é ter árvores de fruto e poder colher e comer directamente da árvore!
    Este bolinho deve ser uma tentação que me deixou de água na boca!
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  14. Olá Inês,

    estou aqui a pensar que com tanta laranjeira e tangerineira não temos clementinas e eu gosto ainda mais do que as outras duas frutas.
    As nossas são todas árvores pequeninhas mas estão carregadas uma até já vergou, gosto tanto de ir ao quintal e ficar a comer tangerinas, uma e mais uma, as nossas não dão para ninguém tirar mas distribuímos sempre.
    Coco e limão sabe a Verão querida Inês, mas agora clementina e coco é mesmo de Inverno, e a cor linda do bolinho que coisa boa, tão guloso e já o imagino com uns pedaços de nozes no meio acho que vai ficar bom, uma fatia para uma cevada e que bem que começava o dia.


    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. venho atrasada, muito, muito, mas este bolo ficou-me na retina, assim como as clementinas que tenho lá em casa. Ai, ai, o meu sugar-free a vacilar! :p

    ResponderEliminar
  16. Olá querida Ginjinha, que saudades já sentia do seu cantinho. Minhas férias foram longas mas valeu muito a pena, passar uns dias ao lado da filhota. Pena que acabaram (hehe). Ginjinha te confesso que na outra encarnação quero nascer onde você mora, pois imagino um lar muito gostoso,feliz e repleto de plantações onde podemos catar do pé e saborear na hora como essas laranjas. Nossos avós é que tornaram através das suas mãos e trabalho na terra usufruir dessa benção não é? Belo texto minha amiga e amei o bolo, está lindo, imagino a delicia que ficou. Beijinhos, uma linda semana

    ResponderEliminar
  17. Também tenho imensas laranjas, não minhas, mas de familiares :) Uma bacia cheia de laranjas e tangerinas, de todas as formas e tamanhos, que é esse o bem dos produtos biológicos!
    É tão giro que ofereças aos vizinhos e amigos, a sério :) É mesmo daquelas coisas que fazem uma aldeia, nem que seja de uma cidade :)
    O bolo está lindo! Estava a pensar "parece alguma coisa, OHMEUDEUS, É A VIA LÁCTEA!"
    É a via láctea, certo? Eu sei que é ;)

    ResponderEliminar
  18. No meu quintal predomina as árvores de sabor cítrico e apesar de já ter feito receitas com os seus frutos, adorei este teu bolinh.
    A mistura que fizeste da clementina e do coco deve ficar fantástica.
    Vou fazer a receita, assim que roubar mais frutos às minhas árvores :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar