Frango com Iogurte e Açaflor






Fala-se muito de comida de conforto. Comida que nos aquece o estômago e a alma. O aconchego de uma taça de sopa quente, de uma fatia de bolo caseiro que acompanha uma chávena de chá fumegante, um assado rico, pão quente com queijo, um prato de massa, tudo se pode enquadrar neste tema. Desde que nos dê conforto.
Pessoalmente por estes dias frios e de cansaço só penso em comidas deste tipo. Mas que não me dê muito trabalho, tem de ser prática e rápida. Mas com aquele cheirinho a caseiro.
Uma comida que associo muito ao conforto e à nossa cozinha dos dias frios, é o frango assado em forno de lenha e o arroz de manteiga também de forno, feitos pela minha avó. Cheira a casa, cheira a família, cheira a coisas boas, comida de sempre, que nos preenche.
Quando não há tempo para essa receita, resta-me improvisar outros frangos com arroz, que me dêem conforto. Esta receita baseia-se nisso mesmo. Arroz com frango caseiro, do campo, das poucas carnes que ainda consumo. Com um molho espesso, quase pecaminoso, que apetece repetir, nem que seja só mais um bocadinho de arroz branco, bem afogado neste molho cremoso.
E vocês? Qual é a vossa comida de conforto?






Frango com Iogurte e Açaflor

1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 alho francês (parte branca)
1 colher (chá) de açaflor (ou açafrão)
1/3 copo de azeite
3 peitos de frango do campo
2 iogurtes naturais
1/3 copo de vinho branco
sal q.b.
coentros frescos q.b.


Preparação

Num tacho colocar o azeite, a cebola e alhos picados e o açaflor. Mexer, para envolver bem o açaflor. Colocar o alho francês em rodelas. Por cima, os peitos de frango em cubos. Adicionar os iogurtes batidos e o vinho branco. Temperar com sal a gosto e mexer envolvendo todos os ingredientes.
Tapar o tacho e levar ao lume aproximadamente 30 minutos até cozer. Depois de cozido, retirar os cubinhos de frango do tacho e reservar. Triturar o molho com a varinha mágica até este ficar homogéneo e bem cremoso. Colocar o frango no molho. Servir com arroz branco e coentros frescos picados.

Bom Apetite!









59 comentários:

  1. Bela refeição.
    Kiss, Susy

    http://tertuliadasusy.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  2. Estou tão esganada de fome que para mim, neste momento, qualquer comida seria um conforto. Mas dentro desse tema há tanta coisa que posso ali encaixar! Um risotto de farinheira feito pelo Vel, as lulas recheadas da minha mãe, o meu bolo de chocolate sem farinha, a massa de vitela e cenoura que a minha avó fazia e que nunca mais ninguém conseguiu reproduzir fielmente, um bim arroz de cabidela com os frangos caseiros da prima Nor, uma massa com molho espesso de tomate e manjericão (e vou parar por aqui senão quando tal vai-se a ver e eu mencionei todas as comidas possíveis e imaginárias).
    Tenho que experimentar esta tua receita, tem um ar delicioso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando estou com fome também não sou esquisita e a maioria da comida transporta conforto! :) Um maravilhoso bolo de chocolate, risottos também são comida de conforto sim! E guisados :) Beijinhos.

      Eliminar
  3. Para mim este frango com iogurte podia perfeitamente bem ser comida de conforto. Concordo contigo sobre o que disseste. Para mim muita refeicao pode ser considerada de conforto para umas pessoas, mas para outras nao. Acho que tem a ver com a preferencia e o passado de cada um.

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que sim, tem a ver com o gosto pessoal e as vivências de cada pessoa. Há dias em que só me apetece este tipo de comidinha :) Beijinhos.

      Eliminar
  4. Para além da comida ter sempre um aspeto divinal, as fotos são sempre giras :D

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito de frango e esse ficou com muito bom aspcto.
    Bj

    ResponderEliminar
  6. Bom dia, Ginja!
    Perfeito este teu franguinho!
    Adoro comidas "reconfortantes" daquelas que se podem comer numa taça e com colher sentada confortavelmente no sofá enquanto converso animadamente com um amigo!
    Beijinhos
    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse o conceito, comer numa tacinha em que sentes o calor dela nas tuas mãos e comer à colher :) Este prato dá para isso! E eu adoro comidinhas reconfortantes nestes dias de frio. Beijinhos.

      Eliminar
  7. é impossível não nos sentirmos confortados com uma receita destas.
    o paninho que usas-te nas fotografias é lindo!
    bom fim-de-semana <3

    ResponderEliminar
  8. Olá Ginja: parece mesmo uma comidinha de conforto. E que apresentação!!! Fabulosa!!
    Para mim,qualquer comida de forno ou de panela,já me parece "comida de conforto".
    Bjs
    Márcia

    ResponderEliminar
  9. Que pratinho tão maravilhoso, adorei, deve ser delicioso e super reconfortante para a alma e para o corpo:) Eu quando penso em comida de conforto, associo logo a comidas feitas no forno, como por exempli um belo frango assado com castanhas ameixas no forno ou então uma lasanha cheia de queijo hehe

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os pratos de forno remetem logo para comida de conforto Joana! Como me pude esquecer das lasanhas!! Daquelas cheias de molho cremoso e com imenso queijo!! Adoro :) Beijinhos.

      Eliminar
  10. Que lindas fotografias! A sugestão é maravilhosa e reconfortante. que bom!
    beijinhos e bom fim de semana
    Paula

    ResponderEliminar
  11. Ginja, não podia concordar mais e a verdade e que frango soa sempre a caseiro e a reconfortante :D

    ResponderEliminar
  12. Que lindas fotos, e esse franguinho me conforta só de olhar para ele, imagino o sabor que efeito teria!
    Uma tigelinha morna de arroz doce é reconfortante, e comida de mãe também :)
    beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tati, sim arroz doce da minha avó deve ser a sobremesa de conforto para mim! Adoro com muita canela :)

      Eliminar
  13. Que bela refeição!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. A minha acho que é sopa, adoro comer uma sopinha depois de vir de umas férias, de um casamento ou de algo onde se come até não poder mais! Adorei a tua receitinha e a cor amarela com que ficou, beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu adoro sopa. E mesmo que vá de férias e seja verão, não descanso enquanto não como uma sopa ou a faço onde estiver! É logo uma sensação de aconchego :) Beijinhos.

      Eliminar
  15. Não como carne, mas posso fazer com peixe :)
    A minha comida de conforto...gosto de tantas coisas!
    Mas uns ovos mexidos com cogumelos e muita salsa, ou um bom prato de spaghetti, é sempre reconfortante. Agora, se há coisa que me aquece a alma, é saborear aquele arroz doce cremoso da minha avó, com muita canela. Isso sim, é como andar nas nuvens :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo-te bem, nem sei como me pude esquecer do arroz doce! Estava mais a focar-me em comidas salgadas que me passou. Eu adoro o arroz doce da minha avó, ainda morninho e cheio de canela, não há maior sensação de conforto entre mãos! :)
      Acho que ficará bem com peixe sim, ou com tofu. Ando a pensar fazer uma versão vegetariana deste prato porque adoro este molhinho! Beijinhos.

      Eliminar
  16. ai tenho tantas comidas de conforto :) para mim é uma massinha,uma sopa, um risotto ai ai e comer no sofá :) adoro e é tão raro :) isso para mim é conforto hehe
    e boa companhia também :) adorei o teu franguinho hehe e as fotos :) beijinhos e bom fds**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E boa companhia ajuda sempre! :) Os risottos sim, são mesmo de conforto!
      Este franguinho também é do campo :) beijinhos.

      Eliminar
  17. Olá Ginja,
    um franguinho é mesmo uma comida de conforto e este está super apetitoso. Nunca fiz com iogurte, mas é um ingrediente que me agrada em qualquer receita.
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O iogurte aqui substitui as natas mas de uma maneira mais saudável, ficando super cremoso na mesma :) Tens de experimentar, é mesmo bom!

      Eliminar
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  19. Ginjinha minha querida,
    realmente tem pratos que aquecem o estômago e a alma, como
    esse que vc nos proporciona, hummmmmmmm!
    Este arroz ficou cremoso e saboroso, do jeitinho que eu gosto!

    Desejo a vc e a sua família um ótimo fds e um feliz carnaval!
    Beijinhos d ♥

    ResponderEliminar
  20. Oi Ginja,
    Nos dias de grande cansaço físico e ou psicológico uma refeição que seja saboreada pela visão, olfato e paladar é um balsamo, tal como esta.
    Beijo, bom carnaval,
    Vânia

    ResponderEliminar
  21. Uma refeição sem dúvida com toque verdadeiramente caseiro :) é destas comidas que eu gosto.

    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  22. Adoro frango e é definitivamente comida que conforta!
    Cá por casa, a "massa molhada" é a que têm unanimidade! Um dia faço um post sobre esta receita que já é tradição cá em casa!
    O teu franguinho está com um aspeto maravilhoso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Portuguesas? De tomatada a cozido. Mas de todas, mac & cheese está assim no topo mesmo. As fotografias estão lindíssimas: parabéns. Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  24. Y tanto que conforta el alma, Un plato delicado, muy rico. Tienes razón, deberíamos asociarnos a la comida sana, tendría que ser nuestro lema. Besinos

    ResponderEliminar
  25. Ginjita lá estás tu a fazer mais um delicioso pratinho com a açaflor (eu só tenho mostrado a todas as minhas amigas e explicado o ingrediente e o modo carinhosos como foi feito e expedido...
    Talvez brevemente consiga ir para a cozinha...quem sabe
    Beijinho e parabens pelo post

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Mané, lembrei-me de juntar o açaflor à receita de frango com iogurte que por vezes faço e ficou delicioso. Junto com os coentros, até parecia caril! :) Espero que consigas brevemente ir até à cozinha fazer uma coisinha boa, sempre ajuda a animar :) Beijinhos.

      Eliminar
  26. Ginjinha querida, é tão bom apreciar pratinhos assim, reconfortantes, com sabor de infância, trazendo boas lembranças. Ficou tão apetitoso, cremoso e com um aspecto soberbo. A apresentação como sempre, encantadora. Beijinhos minha doce filhota, bom feriado, bom descanso.

    ResponderEliminar
  27. Ginja,
    este teu franguinho ficou mesmo ao meu gosto, adorei a receita :)
    um beijinho,
    Margarida

    ResponderEliminar
  28. querida ginja....
    comida de conforto para mim é a comida tradicional da minha terra, do alentejo...são as comidas feitas no tacho que a minha avó fazia e que a minha mãe também faz de vez em quando...

    adorei o teu franguinho=) está com optimo aspecto e as fotografias lindas!beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A comida alentejana, passando eplo pão, pelo queijo, enchidos e doces tradicionais é uma comida que eu adoro. Que saudades de ir até aí! :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  30. Hmmmmm, comida de conforto não há melhor!
    Este frango é capaz de confortar o estômago e a alma. :D
    A minha comida de conforto é uma fumegante tigela sopa de feijão frade. ;)
    Beijinho

    Jota
    http://searchncook.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As sopas fumegantes são sempre um conforto, bem quentes :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  31. Sopa, massa, um pão acabado de sair do forno... esse arroz nitidamente! Está tão bonito! :)
    E quentinho, e (hoje) a ver a chuva a cair sabia mesmo bem! :)
    Adorei o prato minha querida :)
    Não tenho açaflor, mas com açafrão deve ficar na mesma bom!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Joaninha, não tendo açaflor podes subsituir por açafrão, fica delicioso e semelhante. Com o dia de hoje só apetece comida de conforto, e ver a chuva lá fora, no quente cá dentro. O fogão a lenha já está aceso e um assado da minha avó a caminho do almoço :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  32. Esta aquece o corpo e a alma e ainda por cima é uma delicia!! Adoro combinar iogurte com frango :) Ficou mesmo bonito o empratamento!!

    ResponderEliminar
  33. Querida Ginja
    Eu também, nesses dias frios, penso somente em comfort food!
    A tua receita ficou muito rica.
    Bjim com karim e tenha uma linda semana.
    Léia

    ResponderEliminar
  34. A comida de conforto está sempre inerente às nossas memórias e à presença de aqueles que nos são especiais, não achas? :)
    Sem dúvida alguma, a minha comida de conforto é a sopa servida ao jantar feita pela minha mãe. É a sopa simples e sazonal que aquece as nossas noites.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade Márcia. O conforto e a comida caseira sempre associo às memórias de infância e às pessoas da família. A começar logo pelo arroz doce da minha avó e a sua sopa fabulosa feita ao lume :) Beijinhos.

      Eliminar
  35. Parece super saboroso (tirando a cebola que eu não gosto, rs).
    um beijão e uma ótima semana pra vc!

    ResponderEliminar
  36. Ginginha,
    Antes de mais obrigada pelo carinho comentário deixado no meu Delicodoce :)
    Quanto ao convite para um chá fica desde já de pé. Assim que estejas menos atarefada diz e logo se combina com todo o gosto! :)
    Adorei o teu post. Sem dúvida que é uma comidinha de conforto. Aliás tudo o que por aqui colocas dá conforto à alma e ao olhar.
    Quanto aos meus gostos, a melhor comida de conforto são todas as que faço e saboreio na companhia da minha Filha quando ela vem à Figueira. É tão bom ter a família reunida à volta da mesa e ouvir a frase: está tão bom é mesmo a comida de Mãe...
    Ao ler o teu post e ao nomeares a tua Avó sorri-me pois estou a imaginar o contexto, a sua dedicação, e a satisfação da partilha. :) aproveita bem todos esses momentos, são mágicos e únicos.
    Bom Carnaval e beijinho grande.

    ResponderEliminar
  37. Ginginha,
    Ficou com um aspeto delicioso esse pratinho :)

    Beijinhos e saudades

    ResponderEliminar
  38. Que delicicioso, comfort food como eu gosto. Abriu-se-me o apetite só de olhar para esse pratinho..mesmo a esta hora!
    beijinhos

    Mariana

    ResponderEliminar
  39. A minha comida de conforto era a da avó, e é a da mãe... Achei curioso como conseguiste obter a mesma sensação com os mesmos ingredientes cozinhados de forma diferente. Uma boa companhia também ajuda, claro. A fazer e rever memórias. O poder da comida é imenso, não é?
    Babette

    ResponderEliminar
  40. Sim querida, o conforto e o aconchego estão na simplicidade das pequenas coisas... estão no colinho da Mãe, da Avó, dos nossos ! :)
    Estão na reunião de familia com sorrisos e gestos de ternura à mistura ! :)

    Esse teu prato é invulgar para mim, muito apetitoso de aspecto e claro que adoraria provar, parece-me uma delicia ! :)

    Beijinho grande minha linda ! :)

    Isabel

    ResponderEliminar
  41. Querida amiga,
    Comida de conforto é a que nos aquece a alma e o estômago e para cada um de nós, essa será diferente com certeza. Para mim, comida de conforto é o pão quentinho a sair do forno, uma sopinha fumegante, ou um bolinho simples para acompanhar o chá.
    Este teu franguinho com iogurte, também já ia, pois ainda nem almocei e está mesmo apetitoso e com uma cor magnífica. Aposto que a aquela... cadelinha ia adorar...
    Beijinhos querida lindona,
    Lia.

    ResponderEliminar
  42. Há mesmo pratos que nos enchem a alma, ainda ontem jantámos algo tão simples, mas que nos deixou mesmo "satisfeitos".
    Ficou mesmo apelativo o teu pratinho.
    um beijinho amiga

    ResponderEliminar
  43. Que delicia, acho que vou jantar isto mesmo (:

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  44. Excelente sugestão! A foto remete a uma comida quentinha, gostosa e que nos traz sensação de aconchego.

    ResponderEliminar