Bolo de curgete, amêndoa e côco







Hoje de manhã saí muito cedo,
Por ter acordado ainda mais cedo
E não ter nada que quisesse fazer...

Não sabia que caminho tomar
Mas o vento soprava forte, varria para um lado,
E segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas.

Assim tem sido sempre a minha vida, e
Assim quero que possa ser sempre
Vou onde o vento me leva e não me
Sinto pensar.

(Alberto Caeiro)








Talvez este seja o melhor bolo de curgete que já provei. Será? Fico em dúvida mas como mais uma fatia para comprovar. Talvez seja mesmo um dos meus bolos simples favoritos. Trinco mais um pouco e saboreio.
Um bolo simples com tanto para dar.  Daqueles que se come uma fatia, se corta outra e se vai comendo, e ainda mais uma para o caminho. Para o caminho que o vento nos levar. 
Nestes dias cinzentos e de chuva, o melhor caminho será sempre a nossa casa, o nosso aconchego. O quente. E o abrigo. Com comidas de conforto, e bolos a sair do forno perfumando o ar, envoltos num fumegar de chás e bebidas quentes. Só mais uma fatia. É tão bom.
É certo que foi feito com as últimas curgetes que o Verão nos trouxe, quando o quintal estava mais colorido. Os dias eram outros. Mas tem cheiro desta nova estação. Tem cheiro a casa, tem cheiro a folhas caídas e a terra molhada pela chuva, tem cheiro a dias assim. Envoltos em tom e cheiro a canela. E fatias cortadas a eito.







Bolo de Curgete, Amêndoa e Côco
(adaptado desta receita de David Lebovitz)

3 ovos
1 chávena de açúcar
1/2 chávena de açúcar mascavado escuro
raspa de 1 limão
3/4 chávena de azeite (ou óleo vegetal)
2 chávenas de farinha
1 colher (chá) de fermento
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de gengibre em pó
1 chávena de amêndoa sem pele moída
1/2 chávena de côco ralado
2 chávenas de curgete ralada com casca


Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar e polvilhar com farinha uma forma de chaminé. Reservar.
Numa taça bater os ovos com os açúcares, raspa de limão e o azeite/óleo, com a batedeira até obter uma mistura volumosa e mais clara. Juntar os secos (farinha, fermento, bicarbonato e especiarias) e envolver bem. Adicionar a amêndoa, o côco e a curgete, mexendo bem.
Colocar a massa na forma e levar ao forno até cozer (teste do palito).
Desenformar 10 minutos depois de retirar do forno.

Bom Apetite!








76 comentários:

  1. Ficou tao perfeitinho e apetitoso :)
    Adoro as tuas fotos amiga, tens mesmo um jeitinho especial!!!
    uma beijoca

    ResponderEliminar
  2. Que bom que deve ser!!!A combinação dos ingredientes parece me bem boa!!
    Bjoka
    RIta

    ResponderEliminar
  3. Na primeira foto o bolo parece rosa, até pensei que levava beterraba :)
    Mas gostei da combinação deste bolo e será certamente de comer e chorar por mais.

    ResponderEliminar
  4. Será que tb é bom com farinha integral?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não experimentei, mas penso que uma das chávenas de farinha poderá ser substituída por farinha integral. Que ficará bom na mesma! :)

      Eliminar
  5. Olá Ginjinha!
    Os dias assim frescos e molhados pedem mesmo forno ligado e comida aconchegante! Nada como o conforto do nosso lar, o nosso porto seguro! Roupa mais quente e barriguinhas mais reconfortadas!
    O teu bolo está com umas cores lindas e um interior tem um aspecto delicioso!
    Imagino que não tenha sobrado nada :)
    Um beijinho e continuação de boa semana.
    Espero que tudo esteja bem :)

    ResponderEliminar
  6. Que delicia de texto... e de bolo, adorei!!
    Beijinhos e continuação de boa semana!

    ResponderEliminar
  7. Que bolo divino! Ficou lindo...
    beijinhos
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Com estes 3 ingredientes só pode resultar num bolo muito bom, a avaliar pela cor dele deve ser mesmo de comer e repetir, repetir, repetir fatia após fatia!

    ResponderEliminar
  9. Querida amiga,
    Cá estou de novo, pois hoje não saio do PC, ehehe...
    e não podia ficar indiferente a este teu bolo, pois se é o melhor ou não, não sei, mas se vais comendo fatia a fatia, pedaço a pedaço, na ânsia de chegar a essa conclusão, fiquei curiosa e sim, parece-me o melhor de sempre, pois a textura até salta à vista e as tuas fotos amiga, cada dia mais, estão de comer e chorar por mais e, como diz a nossa amiga Donna a Hay..., "se não conseguir atrair as pessoas pelas fotos, como é que as convenço a ler as receitas?". pois..., aplica-se!!!
    Beijinhos amiga e já agora, fiz o sourdough bread com sementes do livro do Paul. Claro que tive de começar uma semana antes, pois tive de preparar o sourgough starter mas amiga, vale a pena, pois é um pão divino e como ainda ando a "alimentar" o starter, lá vou ter de fazer mais um, muito em breve, eheheh...
    Bem, vou andando senão não páro de tagarelar e já agora... adorei o teu "fatias cortadas a eito...", pois a eito, era uma palavra que a minha avó usava diariamente e agora fizeste lembrar-me dela e deu-me saudades...
    Bom..., fui...
    Lia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os sourdough breads do Paul encantam-me Lia!! Tenho de ver se me arranjo e começo um starter :) Depois quero ver! Esse e o de alfarroba amiga! Beijinho.

      Eliminar
  10. Bom dia Ginja,
    Tanto a cor interna quanto externa e a textura do bolo de curgete, amêndoa e coco e ingredientes mostra-nos que é delicioso, ótima receita.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  11. Gostei muito deste bolo e do poema também..
    Identifico-me bastante com o teu blog, fazes receitas que aprecio bastante como este bolo com curgete, parece-me muito saboroso e saudável..E este poema faz-me lembrar um pouco como tenho vivido estes últimos anos: ir onde o vento me leva sem pensar muito no futuro, tudo é tão incerto na vida...
    Um beijinho
    Cecilia

    ResponderEliminar
  12. Olá Ginja!
    Já tenho vistos bolos que levam curgete, mas nunca fiz nenhum.
    Uso na sopa e practicamente em mais nada. E mesmo na sopa não ponho muita por causa do sabor... acho que não nos dá-mos muito bem as duas :)
    Mas esse teu bolinho ficou com um aspecto delicioso...
    Só experimentando mesmo para ver se marcha em bolinho, ehehe
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Princesa, nem sei bem o que dizer. Nestas ocasioes o e melhor manter o silencio e ir onde o vento nos levar. Inebriada, e o termo adequado para o meu estado, depois de ver este teu post.
    Um abracinho
    Maria

    ResponderEliminar
  14. Ficou com uma cor tão bonita e parece ter ficado bem fofo.
    Nem de propósito amanhã também vou publicar o meu primeiro bolo de curgete.
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Eu já fiz uns poucos bolos de courgette e adoro! e já pus a familia e amigos fãs hehehe
    adorei esta nova combinação :) e estou completamente apaixonada pelo prato!
    Fiz os teus enroladinhos (com algumas alterações) para os anos do meu pai! já coloquei no blogue!
    um beijo grande****
    (o bolo vou experimentar, deve ser delicioso)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que os enroladinhos te inspiraram nesse dia tão especial!! Já os vi e aprovei :) Também adoro bolos com curgete, fico deliciada :) E cá em casa todos gostam! Ninguém se queixa, que venham é bolos :)

      Eliminar
  16. Acho esta tua combinação de sabores fantastica! vou levar para fazer pois já ninguem fica indiferente a um bolo com curgete! bjks

    ResponderEliminar
  17. Gostei muito do poema e do bolinho pois hoje mais uma vez estamos em sintonia, gosto da chuva tras sempre bolinhos com ela :) beijos

    ResponderEliminar
  18. Que fotos tão bonitas e bolinho tão apetitoso!
    Tem uma textura simplesmente fantástica.
    Obrigada pela partilha.
    Acho que vou experimentar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Nunca provei bolo com courgette, mas depois de ver tantas receitas e todas elas com óptimo aspecto, fico com imensa vontade de me aventurar num :)

    As fotografias ficaram lindas, a primeira até dá um ar cor de rosa ao bolo, lindo!

    Bons cozinhados! *

    ResponderEliminar
  20. Querida e doce Amiga.
    Com certeza o vento vai te susurrar e te levar para o caminho da Felicidade!
    Pois é para lá que vão todos os seres bons que ainda se comovem como o som do vento, com os caminhos do pensamento, com a poesia e com a beleza dos sentimentos, como você minha amiga. E isto sem falar do bom gosto e das receitas perfeitas que viram obras de arte, como este maravilhoso bolo que só por sua foto diz tudo!!!Vou juntamente contigo cortar umas fatias e me deliciar com esta maravilha de bolo. Beijinhos da amiga Gina

    ResponderEliminar
  21. Olá querida amiga !
    Este bolinho abriu-me o apetite, ainda por cima ainda estou no trabalho...
    Adorei os ingredientes, também adoro courgette nos bolos.
    As fotos lindissimas, parabéns por tão elevada qualidade.
    Deixo-te um beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  22. Ficou tão lindo, Ginja!
    Nunca comi um bolinho de legumes...como será o seu gosto? Se fôr tão bom como o aspecto como já uma fatia e levo já a receita. Vou ver se me atrevo a fazê-la...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Mas que bolo maravilhoso Ginjita, ficou lindo e as fotos maravilhosas bjokitas

    ResponderEliminar
  24. Este fim de semana testei o bolo de courgette do Velocidade Colher e fiquei rendida. Penso que também vou gostar deste. Por isso a receita já foi directa para o caderninho!

    ResponderEliminar
  25. Ginja minha querida,
    vir aqui no seu cantinho faz bem aos meus olhos e a minha
    alma. Amei o poema lindo demais!
    A receita do bolo e as fotos estão perfeitas, vc é muito
    caprichosa, parabéns!

    Tenha um fds repleto de bençãos!
    bjs

    ResponderEliminar
  26. Ficou tão lindo este bolinho e a fatia é mesmo uma tentação! A cor e a textura estão perfeitas.
    Bj
    Márcia

    ResponderEliminar
  27. Amiga, este é mais um dos teus bolinhos que eu vou ter mesmo que experimentar!!
    Está com uma aparência e textura fenomenais!! Já não falando nas maravilhosas fotos... a cada postagem nova, mais aperfeiçoadas vão ficando!!
    Beijocas grandes e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  28. Espectacular, Ginja! Un color fantástico y un corte muy tentador.
    Perfectooo, como siempre. Da gusto disfrutar de tan preciosas fotografías.
    Besitos

    ResponderEliminar
  29. Hum... deve ficar delicioso com o toque da amêndoa! Adoro a textura dos bolinhos de courgette!
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  30. Rendi-me este ano aos bolos com courgette.... este tb não me irá escapar!
    Beijo
    Babette

    ResponderEliminar
  31. Descobri os bolos de courgette há pouco tempo e mesmo sem provar creio que este vai para o top. Adoro os ingredientes.
    E o poema... Gosto muito.
    é tão bom vir aqui...
    Bjs

    ResponderEliminar
  32. O bolo tem optimo aspecto e deve ser delicioso. mas gostei muito do texto. tambem sou fa do Fernando Pessoa com todos os seus heteronimos.

    ResponderEliminar
  33. Sou fã incondicional de bolos de courgete. Nunca experimentei juntar-lhe coco, mas deve ser uma combinação bastante interessante. Esse bolinho, como sempre, ficou com uma aparencia maravilhosa. E eu levava já uma fatia, para aconchegar o estomago neste dia de Outono :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  34. Há muito que ando com vontade de fazer um bolo com courgette e ver deixou-me ainda com mais vontade.
    Os restantes ingredientes agradam-me logo esse bolo só pode ter ficado uma delicia.
    Bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  35. A última foto parece dizer-me: Vai...vai para a cozinha e faz este bolo!
    Que bom deve ter ficado! É o poder da amêndoa a chamar por mim.
    NUnca utilizei a courgete em receitas doces. Apenas em salgadas e gosto imenso. Aliás, até mesmo só grelhadas com um pouco de sal eu considero-as um acompanhamento bem simples mas muitíssimo agradável(mas eu gosto de tudo quanto seja verde).
    Até do meu (pobre Sporting)
    Adorei o poema do Pessoa. Um poeta sempre mais que actual.
    DEsejo um óptimo fim de semana, com bons sabores e bem perfumados nessa tua cozinha de sucesso.
    beijos

    ResponderEliminar
  36. Minha querida, o bolo está com um aspecto divinal :)
    Eu adorei a minha experiência de bolo de curgete! Dá-lhe um ar tão fofo...
    Apesar do coco não me fascinar de todo vou ficar com a receita e logo troco o coco por outra coisa :)
    Essa fatia está perfeita!
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, a receita original não leva o côco, por isso podes guiar-te por ela também para o omitir :) Adoro bolos com curgete!

      Eliminar
  37. Ginjinha, Na primeira foto o bolo parece-me vermelho e ainda pensei que tivesse algo como beterraba, mas penso ser o efeito da luz.
    Apesar de assistir ao desfile de bolos de curgete ainda nunca provei nem fiz.
    Beijinho e bom fim.de.semana

    ResponderEliminar
  38. Ai que bolinho tão bom!!! Estava mesmo a apetecer...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  39. Que cor tão bonita tem o bolo. Bom fim de semana*

    ResponderEliminar
  40. Infelizmente só tenho o hábito de usar abobrinha em pratos salgados, preciso mudar esse hábito e esse bolo é um ótimo começo :)
    Consegui encontrar farinha de alfarroba, finalmente, tinha até a versão com açúcar, fiquei na dúvida e optei pela sem açúcar - não saberia a diferença na hora de usá-la.

    beijos e bom final de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tati, que bom! Farinha de alfarroba finalmente :) Sim, sem açúcar é melhor para as receitas. E tens de experimentar abobrinha em bolos, vais amar :)

      Eliminar
  41. Obrigado a todos pelos comentários sempre tão simpáticos. Vocês só me mimam!
    De facto peço desculpa pela qualidade da primeira foto, a luz nesse dia estava péssima e o bolinho aparenta ser cor-de-rosa :) Já fiz um de beterraba e não ficou tão rosado como este se apresenta aqui, hehehe.
    Para quem nunca experimentou bolos com curgete, aconselho! Fiquei rendida assim que fiz o primeiro. Não se sente o sabor, e a textura fica maravilhosa. Por cá, venham mais bolos com curgete!! Beijinhos a todos e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  42. Olá querida Ginjinha!
    Lindo o poema, é quase um abraço de aconchego:)
    E estes dias cinzentos, frios e chuvosos pedem mesmo isso, aconchego para o corpo e para a alma, uma manta sobre o corpo e o aroma de um bolinho delicioso a emanar do forno.
    Nunca fiz bolo de courgette, já não é a primeira vez que vejo um teu, não, e já na altura fiquei com vontade de experimentar! Este tem tudo para ser delicioso, canela, gengibre, amêndoa e coco, uma maravilha que apetece comer a eito:)
    Um grande beijinho e bom fim de semana, linda vizinha!

    ResponderEliminar
  43. Ginjinha minha doce amiga, estou tão atrasada com as visitas, e sempre chegando tarde, me desculpe amiga. Seu texto é muito bonito, aqui temos uma música que diz assim: "Se a coisa não sai do jeito que eu quero,também não me desespero,o negócio é deixar rolar e aos trancos e barrancos, lá vou eu.E sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu. Deixo a vida me levar"
    A vida é como o vento né amiga, vamos deixar levar e tentar seguir o melhor caminho.
    Ginja esse bolo ficou com um interior bem apetitoso e úmido. Preciso fazer um bolo que leva abobrinha sempre digo isso e acabo esquecendo. Ficou lindo, a apresentação como sempre fantástica. Beijinhos um lindo final de semana




    ResponderEliminar
  44. Que fotos lindas! :) Até tenho vergonha mas, nunca fiz nenhum bolo com courgette, mas fiquei conquistada com este aspecto maravilhoso! Beijinho

    ResponderEliminar
  45. Ginja, esta te la copio directamente. Tiene una pinta que no me extraña nada que digas sea la más rica que comiste. Tienen todos los ingredientes de los que disfruto, así que amiga, con tu permiso la haré. Besinos y buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  46. adorei o interior ele esta uiui esta mesmo 5* parabens bjs bfs

    ResponderEliminar
  47. Olá Ginja, adorei a receitinha, a foto mostra a fofura que deve ter ficado, a combinação parece perfeita. Parabénsss.

    Te desejo um domingo maravilhoso, bjsssssss.

    ResponderEliminar
  48. hmmm...mais um bolinho a experimentar... Aspecto fabuloso, também gosto imenso de bolos com curgete!
    Beijocas e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  49. Acho muito interessante o conceito de "bolo de curgete"! Nunca experimentei, mas toda a gente me fala muito bem deles ;) Ficou com um bom aspecto!
    Beijinhos,
    Inês

    ResponderEliminar
  50. Olá querida Ginjinha!
    Depois de tantas palavras lindas e sentidas que mais
    posso dizer!!
    Hoje estou mal, com uma virose terrível. No aconchego
    com o chá e bebidas quentes, mas falta-me esse fatia do bolo...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  51. que maravilha, as fotos conquistaram-me vou ter de cá voltar para a receita que adivinho excelente

    ResponderEliminar
  52. Oi Ginja!! Passando para conhecer seu blog e esse lindo texto falando sobre aconchego, bolo, tempo..à vontade de está aí com você desfrutando dessa delícia com muitas conversas..parabéns pelo blog, já estou te seguindo. Pode me tirar uma dúvida? o que é curgete? Moro em Salvador- Bahia e nunca ouvir falar sobre( é uma fruta?). Abraços. Sandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, muito obrigado pela visita.
      Curgete é abobrinha! Sim, o legume, usado aqui nesse bolo com casca.
      Fica maravilhoso em bolos. Experimente.

      Eliminar
  53. O bolo tem um óptimo aspecto para lanche de Domingo!
    Já vi umas quantas receitas de bolos de curgete e sempre achei tão estranho. Curgete para mim é tão vegetal que só serve como legume, mas agora estou tentado a experimentar.

    ResponderEliminar
  54. Fiquei encantado com a introdução ** escreves tão bem, parabéns!
    Fiquei encantado com o bolo ^^ cozinhas tão bem, parabéns!
    Fiquei encantado com as fotografias :) fotografas tão bem, parabéns!

    Este bolo, não me vai escapar.... Rendi-me à combinação de sabores e ao aspecto húmido. ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jota, obrigado por me fazeres sorrir neste domingo chuvoso :)
      Tanto elogio... não mereço! Bom domingo! Beijinhos.

      Eliminar
  55. Olá Ginja! Tal como tu também gosto muito de saborear bolos simples, prefiro-os assim para mim :) nunca experimentei com curgete, tenho de me aventurar a fazê-lo!

    beijinhos e bom domingo!

    ResponderEliminar
  56. Linda foto! Este bolo deve ser delicioso. Os ingredientes são todos bons. Parabéns.

    ResponderEliminar
  57. Adorei este bolinho, vou "roubar" a receita para experimentar, ok?
    Tens um blogue com receitas super interessantes e inspiradoras.
    Obrigada pelo teu comentário (ah, o chutney ficou fantástico:)
    beijo grande
    raquelita

    ResponderEliminar
  58. Minha doce amiga...

    Haverá ainda algo mais que eu possa dizer que já não tenha sido dito ? ;-)

    Adoro da tua simplicidade querida, isso transparece nas tuas belíssimas fotos que sempre me transportam para uma dimensão relaxante e de calmia !
    Se estava stressada, pois deixei de estar... basta ler-te, textos sempre tão enternecedores e transparentes ! :-)

    O bolo ficou com um aspecto fabuloso, já o outro que tinhas feito também me tinha parecido excelente, mas ainda não me deu para fazer, confesso !
    Um destes dias calha, como é natural...

    Quero eu também agradecer-te o imenso carinho com que tu sempre me presenteias... sim, porque através dos écrans conseguimos também perceber isso e faz-me tão bem, amiga !
    Obrigada, muito obrigada mesmo !

    Um grande beijo e um grande abraço !

    Isabel

    ResponderEliminar
  59. Ai bolos a sair do forno... Por cá têm sido uns atrás dos outros, e às vezes ainda com um bocadinho do último!
    Está comovedor de tão lindo o teu bolo, really!
    Beijinhos e boa semana!!!
    Madalena
    (como vão les menines???)

    ResponderEliminar
  60. Esse bolo tem um aspecto fabuloso! Queria muito uma fatia! Mas apenas uma que não dá para mais!

    ResponderEliminar
  61. Olá, Ginja! Eu adorei tudo: o poema, a receita do bolo, as fotos e o teu texto. Daqui reproduzirei um dia este bolo delicioso, que o resto é preciso ter mãos e talento como os teus...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  62. Pois é, andei desaparecida mas já mes estou actualizar=) Que bolo magnífico este, adoro a combinação de ingredientes. E se tem courgette é sucesso garantido!! beijinhos

    ResponderEliminar
  63. Olá,
    gostaria de dizer que o blog é lindo, pelas fotos, mensagens-poemas e receitas. não sabia o que era curgete. Procurei na WEB e aqui no Brasil é conhecida por abobrinha. Temos a brasileira, um pouco sem gosto e italiana que é deliciosa .Vou testar a receita dias destes.
    Parabens!

    ResponderEliminar
  64. Olá, fiz este bolo e cá em casa ficámos fãs!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  65. Olá, a curgete é mesmo muito versátil, em bolos fica espectacular. Bjinhos e bom Natal. Adoro o seu blog, as fotos são sempre muito bem conseguidas!

    ResponderEliminar